[Confira][7]

Destaque
featured

Advogado João Alves Júnior protocola pedido de afastamento de Emerson Panta na Câmara Municipal de Santa Rita.

Entre as inúmeras irregularidades está um levantamento minucioso feito por auditores fiscais do TCE/PB. Os especialistas, descobriram que mais da metade dos medicamentos comprados não possuiria data de validade e  número de lote nas caixas. 

O levantamento trás fortes revelações contra o atual gestor que apartir de agora pode sofrer seu afastamento a qualquer momento. Ainda de acordo com o relatório do (TCE/PB) o tucano não teria encaminhado ao órgão, o Plano Plurianual, nem a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) daquele ano. A denúncia aponta também que o prefeito teria se apropriado e usado os valores do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) sem a sua devida comprovação. "Se foi utilizado o montante, foi feito sem autorização como consta nos autos." Disse o advogado.

João Alves Júnior tem sido um dos maiores defensores dos servidores públicos do município, bem como dos munícipes em geral.

Inúmeras outras supostas irregularidades são apontadas pelo causídico. 

João Alves pede que as denúncias sejam levadas ao plenário da casa prefeito Antônio Teixeira com o objetivo de serem apreciadas, em consonância com o que determina o regimento interno (RI). Se acatada a denúncia, Emerson Panta pode ser afastado pelo prazo de 180 dias.

Marcos Cavalcanti

Marcos Cavalcanti é jornalista, e Mestre em Teologia. Trabalhou nas rádios Integração do Brejo de Bananeiras e Solânea FM de Solânea/PB - Nas Tvs, Gazeta e CNT/SP - Foi porta voz da Prefeitura Municipal de Santa Rita/PB - Atualmente é Assessor de Imprensa da Câmara Municipal de Santa Rita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar...