[Confira][7]

Destaque
featured

Deputada Estela Bezerra é condenada no caso do JAMPA DIGITAL

A deputada Estela Bezerra do (PSB) que a época era Secretária de Comunicação do Estado condenou a veiculação de matéria no Jornal Nacional dando conta do indiciamento por parte da Polícia Federal de 23 pessoas em razão da implantação do projeto Jampa Digital em João Pessoa.

A secretária descartou em tempo que o governador Ricardo Coutinho, citado na matéria, tenha sido indiciado pela PF e declarou que ele sequer foi ouvido durante toda a investigação.

Hoje, 16 de Maio o (TCE/PB) julgou e condenou Estela Bezerra. Durante o julgamento foi constatado o superfaturamento, direcionamento de licitação. O pleno decidiu pela aplicação de multas e imputou o débito de R$ 355.890, ao então secretário de Administração da Capital, que hoje é procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro, e ao espólio do ex-secretário de Ciência e Tecnologia da Prefeitura de João Pessoa, à época, Paulo Badaró (falecido).

O relator do caso Marcos Vilar pediu a retirada do Ex ministro Aguinaldo Ribeiro do processo. Marcos imputou multas por unanimidade a atual deputada Estela Bezerra, e ao ex Secretário de Planejamento da Prefeitura Municipal de João Pessoa Marconi Maia de Oliveira. Os dois terão que pagar R$ 3.500.  Já Gilberto Carneiro citado mais acima, atual procurador geral do Estado. Foi condenado a pagar R$ 4.100. Este último disse que vai recorrer.

De acordo com o TCE ocorreu um superfaturamento de mais 840 mil na compra de equipamentos. O valor que deverá ser devolvido aos cofres públicos chega ao montante de 500 mil/meio milhão de reais. 

Blog do Cavalcanti.


Marcos Cavalcanti

Marcos Cavalcanti é jornalista, e Mestre em Teologia. Trabalhou nas rádios Integração do Brejo de Bananeiras e Solânea FM de Solânea/PB - Nas Tvs, Gazeta e CNT/SP - Foi porta voz da Prefeitura Municipal de Santa Rita/PB - Atualmente é Assessor de Imprensa da Câmara Municipal de Santa Rita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar...